Sem título-3.fw

Vinho tinto pode diminuir risco de câncer de próstata, aponta estudo!

Postado em

Beber vinho tinto pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver câncer de próstata, revelou um estudo divulgado nos Estados Unidos.

Pesquisadores da Universidade do Alabama, em Birmingham, descobriram que, ao alimentarem ratos machos com resveratrol, um composto presente no vinho tinto, eles se tornavam 87% menos propensos a desenvolver o tipo mais letal de câncer de próstata.

Foi constatado ainda que os ratos que consumiram resveratrol, mas desenvolveram câncer, apresentaram tumores menos sérios e tiveram 48% mais chances de que o crescimento do tumor cessasse ou desacelerasse, em comparação com os animais que não o consumiram.

O estudo “se soma à crescente evidência de que o consumo de resveratrol, por meio do vinho tinto, tem poderosas propriedades de quimioprofilaxia, além de seus aparentes benefícios para o coração”, explicou Coral Lamartinière, do Departamento de Farmacologia e Toxicologia da UAB, em nota.

Um estudo anterior realizado pela UAB mostrou que os benefícios não se restringem aos machos: as ratas que consumiram resveratrol tiveram um risco muito menor de desenvolver câncer de mama, observaram os cientistas no ano passado.

O único problema é que a quantidade de resveratrol consumida pelos ratos machos para o estudo de próstata era equivalente ao consumo de uma garrafa de vinho por dia nos humanos.

Agora, os pesquisadores tentam descobrir quanto de resveratrol é necessário aos humanos, para que se beneficiem destas qualidades de prevenção do câncer.

Enquanto isso, a UAB lembrou que os médicos recomendam que os homens se limitem a uma média de duas taças por dia e as mulheres, a uma. Isso pode ser complementado comendo-se uvas, framboesas ou amendoins, que também contêm resveratrol.

 

Fonte: Portal Ortomolecular

Imagem: BigStock-by: morganlstudios