Orto_23-03-15_Site

Maus hábitos alimentares podem provocar doenças

Postado em

O ritmo de vida acelerado que a maioria da população leva é, muitas vezes, a justificativa usada para a não adoção de uma alimentação saudável. Os populares ‘fast-food’ e as comidas processadas podem dar praticidade aos consumidores, já que não demandam tempo de preparo e são encontrados facilmente, mas são um perigo para a saúde. Colesterol alto, obesidade, diabetes, complicações vasculares, intoxicação e até câncer são algumas das doenças que podem ser desenvolvidas pela má alimentação.

A medicina ortomolecular é uma das áreas da saúde que defende a adoção de hábitos saudáveis de consumo, através da reeducação alimentar, no intuito de equilibrar as funções vitais do corpo. A terapia destaca as vitaminas, sais minerais e aminoácidos como nutrientes essenciais para o ser humano. Além disso, o método também trabalha com a qualidade de vida do indivíduo através da qualidade do sono, controle do estresse, reposição hormonal, vitamínica e atividade física.

O mundo está vivendo mais, mas as pessoas tem passado muito tempo doentes, ou seja, é uma vida sem qualidade. A saúde não depende só de medicamentos ou procedimentos médicos, os hábitos alimentares, a privação de sono, sedentarismo, estresse, tudo influencia na saúde do ser humano. Somos construídos de várias substâncias, funcionamos com hormônios, vitaminas, minerais e 47 dessas substâncias nosso corpo não fabrica, temos que obter da alimentação, por isso, é essencial uma dieta balanceada.

A dieta equilibrada contribui, principalmente, para manter o bom desempenho das funções dos órgãos e o peso ideal. No atendimento ortomolecular é analisada a vida clínica, nutricional e emocional do paciente, visando identificar qual a melhor dieta a ser adotada para potencializar a qualidade de vida do indivíduo.

Os peixes, a semente de linhaça, amendoim, castanha do pará, nozes, açaí, esses alimentos tem uma grande quantidade de ácidos graxos essenciais. Os produtos integrais têm todas as vitaminas. Essas fontes devem ser consumidas diariamente. No tratamento ortomolecular, é feito a suplementação extra, porque, na maioria das vezes, os pacientes estão em déficit com essas substâncias. Nos homens, a atividade acontece de forma mais lenta e, nas mulheres, no período da menopausa, há uma redução abrupta. No tratamento ortomolecular, uma das preocupações é também a reposição, porque a queda hormonal pode acarretar em algumas doenças, como aumento de pressão e diabetes.

Quando se é jovem, tem muita reserva cardíaca, pulmonar, hepática, renal; a juventude oferta muita defesa. Mas quando o ser humano envelhece, essas reservas vão acabando; por isso, o corpo precisa de reposição. Além disso, cada vez mais cedo, as pessoas estão apresentando doenças associadas ao estilo de vida desregrado. A alimentação tem alterado as moléculas do organismo. As pessoas têm que entender que só remédios não funcionam, é preciso uma preocupação preventiva.

FONTE: Portal O Dia

 

IMAGEM: Bigstock by Erdosain