Orto_28-04-15_Site

Conheça os alimentos que funcionam como calmantes naturais

Postado em

Pressão no trabalho, jornada dupla, sedentarismo, trânsito, alimentação inadequada, estresse e cansaço. Esses são apenas alguns dos motivos que o cotidiano dos grandes certos urbanos oferece para que pessoas de diferentes idades engrossem os dados que tratam de problemas como ansiedade e depressão.

Em ritmo acelerado também cresce o número de alternativas de tratamento para o problema, como os remédios ansiolíticos que costumam ser receitados pelos médicos para tratar transtornos psiquiátricos.

Para os casos mais leves, onde a intervenção médica não é necessária, ou seja, para relaxar do estresse da rotina e se acalmar, a dica são os calmantes naturais que podem ser consumidos para acalmar a mente e recuperar a serenidade perdida no dia-a-dia.

E já que nunca se sabe como seremos acometidas por um estresse súbito, selecionamos alguns dos alimentos que funcionam como calmantes naturais. Tome nota, afinal, relaxar é sempre bom.

Abacate

Além de suas funções antioxidantes, o abacate é uma fruta rica em gordura saudável e glutationa, uma substância que bloqueia a absorção intestinal de certas gorduras responsáveis pela liberação de radicais livres. Também é rico em vitamina B, essencial para ajudar a manter a calma. Pode ser consumidas puro, em vitaminas, saladas e até em lanches.

Frutas vermelhas

Frutas como a amora, o morango e a framboesa são ricas em vitamina C, excelente no combate ao estresse. Em uma pesquisa feita na Alemanha, 120 pessoas foram submetidas a um teste, segundo o qual deveriam fazer um discurso e depois resolver problemas matemáticos complexos. Aqueles que haviam ingerido vitamina C apresentaram menor pressão arterial e níveis mais baixos de cortisol do que aqueles que não ingeriram. Essas frutas podem ser consumidas com saladas, no iogurte, com grãos como aveia ou granola e também podem ser congeladas.

Laranja

A laranja é outra fonte de vitamina C e, de quebra, possui a vantagem de poder ser transportada com facilidade, já que sua casca dura impede que amasse na bolsa, por exemplo. É muito consumida em sucos, saladas ou como sobremesa.

Ostras

As ostras são uma fonte natural de zinco. Uma porção com 5 unidades tem mais da metade da dose diária de zinco recomendada, além disso o zinco é um mineral calmante. As receitas com essa iguaria são variadas podendo ser consumida com molhos ou só com limão.

Nozes

As nozes possuem o alfa-linolênico, um ácido rico em ômega 3 e outros ativos que ajudam a combater a perda de memória, além de regular o cortisol e a adrenalina.

Além dos alimentos calmantes, outra dica são as plantas medicinais que podem ser utilizadas no preparo de chás. A eficiência dessas plantas não é comprovada cientificamente, mas o seu uso é tão tradicional que não há quem nunca tenha sido aconselhado a tomar um chá de camomila para se acalmar.

Nesse grupo, destacam-se a passiflora, a valeriana e a erva-de-são-joão, plantas muito utilizadas pela indústria farmacêutica no preparo de fórmulas destinadas a tratar depressões leves e moderadas. As substâncias encontradas nessas plantas atuam nos neurônios diminuindo a atividade do sistema nervoso e relaxando.

Vantagens dos calmantes naturais

A principal vantagem dos calmantes naturais em relação aos sintéticos é que a concentração de ativos é bem menor, o que reduz o risco de efeitos colaterais e dependência.

Sendo assim, quando bater a ansiedade e o nervosismo, em vez de tomar uma pílula de calmante, que tal pegar leve e optar por algo mais natural? Seu corpo e a sua saúde agradecem.

E não se esqueça, somente um médico pode diagnosticar e receitar remédios para tratar depressão e qualquer outro distúrbio psicológico do sistema nervoso. Cuide-se!

Fonte: Cidade Verde

 

Imagem: Bigstock by Anna Omelchenko