5 Coisas

5 Coisas que você precisa saber sobre Adrenal

Postado em

Pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia mostrou o que o público tem de conhecimento sobre Adrenal. De acordo com os dados, apenas 16,6% das pessoas nunca ouviram falar em Adrenal; 7,8% acreditam que se trata de um hormônio; 4,1% um medicamento; apenas 0,5% uma doença e 71%, uma glândula.

1 – As glândulas supra-renais ou adrenal, são glândulas pequenas, componentes do sistema endócrino. Elas estão localizadas acima de cada rim.

2 – Cada uma delas possui cerca de 5 cm de diâmetro, sendo dividida em duas partes principais: uma camada externa, conhecida como córtex, e uma parte central, chamada de medula.

3 – A Adrenal é responsável por sintetizar hormônios importantes no processo metabólico, como aldosterona e o cortisol, além de alguns hormônios sexuais como a testosterona, a adrenalina e a noradrenalina. 

4 – A adrenalina e a noradrenalina são hormônios importantes na ativação dos mecanismos de defesa do organismo, diante de condições de emergência, tais como emoções fortes, estresse, choque, entre outros. Eles preparam o organismo para a fuga ou luta. A adrenalina aumenta o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea, em resposta ao estresse ou ansiedade.

5 – Entre as doenças associadas a distúrbios na produção de hormônios na glândula adrenal estão a Doença de Addison, a Síndrome de Cushing e o Feocromocitoma. O Câncer é raro, mas pode ocorrer. O tipo mais comum é o Carcinoma Adrenocortical (originado na camada cortical). Os cânceres da camada mais interna (medula) são chamados Feocromocitomas.